segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Estar no momento presente é cultivar atenção plena.


Atenção plena é originalmente um conceito budista considerado a sétima etapa do caminho óctuplo proposto por Buda. E nas palavras de Thich Nhat Hanh, monge budista vietnamita, é a energia que nos traz de volta ao momento presente. Este ensinamento budista permeia também toda a filosofia do Yoga.

A vida acontece aqui e agora. O passado já aconteceu, do futuro não temos o menor controle, então por que não focamos o momento presente?

Comece por observar seus pensamentos, você se dará conta que grande parte do nosso pensar é totalmente desnecessário. A ação e o pensamento não estão alinhados. Na maioria das vezes fazemos as coisas enquanto estamos pensando em outras. Basta ver exemplos rotineiros do nosso dia a dia. Saímos dirigindo e não nos lembramos do trajeto até o destino. Tomamos banho e nos perguntamos se já passamos condicionador no cabelo, estamos com o pensamento longe menos no nosso banho. Vamos ao supermercado para comprar um determinado produto, nos distraímos comprando outras coisas e chegamos em casa sem o que de fato precisávamos.

Quando sentimos o corpo, ele está tensionado. Olhamos para o nosso rosto e a expressão é dura. E a respiração é um reflexo deste estado - acelerada, curta e totalmente desritmada.

Nossa cabeça pode ser comparada a um rádio em funcionamento 24 horas por dia e que não temos a capacidade de desligá-lo. Estamos num estado de permanente preocupação e tensão. Esta situação de ansiedade, doença dos tempos de hoje, se origina basicamente na incapacidade de vivenciar o momento presente.

Então, como estar no momento presente e cultivar a atenção plena? Buscando formas para manter a atenção aqui e agora durante todo o dia.

Assim, logo pela manhã, comece por observar o seu corpo. Tome consciência, reconhecendo cada parte dele, dos pés `a cabeça. Observe as sensações do corpo, mas sem nenhum julgamento ou crítica. Agradeça por ter este corpo que te dá a oportunidade de viver e explorar o mundo através dos seus sentidos. Ao longo do dia, comece a prestar atenção `as posições e movimentos do corpo. Quando se senta, quando está de pé, quando caminha. Procure relaxar os ombros, pescoço e principalmente a musculatura do rosto, suavizando a expressão. Deixe o corpo mais solto, descontraído e os movimentos serão mais leves e harmoniosos.

Observe seus pensamentos, perceba se estão vinculados `a ação do momento. Coloque atenção nos atos do cotidiano, não os faça mecanicamente. Por exemplo, quando estiver no banho explore as sensações que este momento proporciona. Sinta a água percorrendo o corpo, a sua temperatura, o toque da sua mão. Quando estiver se alimentando, preste mais atenção no sabor dos alimentos, desfrute e conecte-se com este momento. Provavelmente você irá comer mais devagar e uma quantidade menor. Quando estiver fazendo o trajeto casa/trabalho, trabalho/casa, observe melhor as ruas, as lojas, as árvores, e experimente caminhos alternativos, algo que te motive a estar atento ao aqui e agora.

Porém, a "chave mestra" para se manter no momento presente é a concentração na respiração. Quando nos concentramos na respiração, estamos unindo corpo e mente, e naturalmente entrando num estado de equilíbrio.

A respiração consciente, é a respiração ampla, tranquila, suave e fluida, que nos ajuda a deixar de lado as tristezas do passado e as ansiedades futuras, o que facilita entrarmos em contato com o momento presente.

Atenção plena consiste em lembrar-se constantemente de voltar ao momento presente e viver intensamente o que a vida oferece.

A prática do Yoga é um exercício de cultivo da atenção plena. No Yoga estamos constantemente observando tudo o que acontece com o corpo, com a respiração e com a mente. Yoga é a união do corpo, da mente e do espírito no momento presente.

Namastê!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...